Estado entrega benefícios para famílias ao longo do projeto da Avenida Liberdade

Ivana Barreto


Grupos familiares receberam Certificados de Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF) nesta quarta-feira (5)

06/06/2024 15h50 - Atualizada em 14/06/2024 07h52
Por

O governo estadual, por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) entregou para famílias das comunidades em torno da futura 'Avenida Liberdade, na Grande Belém, o certificado do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF), na noite desta quarta-feira (5). Os documentos foram entregues pelo governador Helder Barbalho, e pelo presidente da Emater, Joniel Abreu, durante a abertura da programação 'Junho Verde', em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, no Porto Futuro.

Foto: Bruno Cecim/Ag.Pará

“A Emater está realizando as primeiras entregas dos benefícios que vamos conceder às comunidades em torno da Avenida Liberdade", que também receberá construções de escolas, de unidades de saúde e melhor infraestrutura", afirmou o governador Helder Barbalho.

Ele acrescentou: "E, agradeço a confiança que essas famílias tiveram em nós. Batemos na porta de cada uma para pedir permissão para construir uma via nova em Belém. As obras têm a previsão de serem entregues até dezembro de 2004”, ressaltou o governador.

Mais de 300 famílias das comunidades Sítio Bom Jesus, Nossa Senhora dos Navegantes, entorno da Ceasa e do Território Quilombola do Abacatal serão beneficiadas com os certificados, que garantem acesso às políticas públicas. Todos os agricultores familiares já são atendidos pelos escritórios da Emater de Ananindeua e Belém.



“A Emater entregou CAR e CAF’s atendendo o projeto da nova Avenida Liberdade, que foi intensificado este ano visando assistir às comunidades em torno da nova via. Serão mais de 300 famílias da agricultura familiar que poderão ter acesso às políticas públicas e ao crédito rural”, afirma o presidente da Emater, Joniel Abreu.

“Estou muito feliz por esta conquista, porque era difícil conseguirmos estes documentos e hoje estou sendo beneficiada. O governo entregar, para nós, é muito gratificante, pois éramos esquecidos. E agora estamos sendo reconhecidos”, enfatizou Elenise Silva, agricultura familiar e moradora da comunidade Porto da Ceasa.

O CAR é um documento inicial para a regulamentação ambiental de imóveis rurais, que também promove o acesso às políticas públicas do setor agrícola. O documento vem se tornando mais importante ainda como ferramenta panorâmica de combate ao desmatamento da Amazônia, sob o contexto da 30ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 30), a se realizar em Belém, em 2025.

Foto: Bruno Cecim

Já o CAF é uma identidade do agricultor, permitindo, também, a comercialização dos alimentos produzidos por ele, o que garante mais renda. Além de proporcionar aos agricultores acesso às políticas públicas voltadas à agricultura familiar, como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para fins de acesso ao crédito rural, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

“Esses produtores que hoje recebem os certificados, são os que moram nas comunidades ao entorno do projeto da “Avenida Liberdade” e esses benefícios chegam, principalmente para estar contribuindo com a captação de renda. E com os documentos, os agricultores também poderão impulsionar sua produção” finaliza o supervisor das ilhas Ricardo Barata.

Somente de Janeiro a maio deste ano, já foram entregues mais 2.700 Cadastro Ambiental Rural. E em 2023, foram mais de 5.500.